O que é baço acessório

O mais comum é você descobrir que tem um baço acessório durante um exame de imagem, durante uma eco, tomografia (tc) ou ressonância (rmn) abdominal. Geralmente são pequenos, com menos de 2,5cm e não provocam sintomas, mas raramente podem se manifestar com dor, que ocorre por ruptura, enfarte ou torção.

O diagnóstico por imagem não é conclusivo e toda imagem com mais de 2,5cm sugestiva de baço acessório pode requerer investigação adicional.

Nos casos em que o baço principal foi retirado (cirurgia ou acidentes) é diferente, o baço acessório passa a suprir a função imunológica do baço retirado.  Uma exceção é na retirada por neoplasia hematológica em que a esplenectomia deve ser acompanhada da retirada do baço acessório pois este pode, mais tarde, se não retirado, ser sede de recidiva do tumor.

Ajudei você?

Assine nosso blog.

Leia mais em https://revista.spcir.com/index.php/spcir/article/download/46/43/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *